Indígenas protestam por Bruno e Dom

Indigenas, de diversas etnias durante um protesto pelo o desaparecimento do jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, na cidade de Atalaia do Norte, Vale do Javari, estado do Amazonas, Brasil, segunda-feira, 13 de Junho de 2022, a Polícia Federal confirmou que foram encontrados objetos pessoais das vítimas.
Povos de diversas etnias marcharam pelas ruas de Atalaia do Norte (AM) em apoio aos desaparecidos e contra políticas de Bolsonaro

Nesta segunda-feira (13), centenas de indígenas protestaram em razão do desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips. Segundo a Polícia Federal, pertences dos dois desparecidos foram encontrados no domingo.

Hoje pela manhã, houve conflito de informações sobre o encontro de dois corpos na região isolada pela PF para procurar os desaparecidos. O jornalista André Trigueiro, da TV Globo, noticiou que a mulher de Dom Phillips havia recebido informações da embaixada brasileira no Reino Unido de que o corpo do marido tinha sido encontrado. A Polícia Federal, porém, não confirma a informação.

As fotos do protesto são do fotojornalista Edmar Barros, colaborador da Amazônia Latitude.

Grupo de indígenas, pintados de vermelhos, em uma rua protestando.

Indígenas de diversas etnias durante um protesto em razão do desaparecimento do jornalista Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira, na cidade de Atalaia do Norte, Vale do Javari, estado do Amazonas, Brasil, segunda-feira, 13 de Junho de 2022.

Indígenas seguram cartazes dizendo: Fora Bolsonaro, Fora Ministro da Justiça, Fora Presidente da Funai.

Os povos indígenas têm sido grandes aliados nas buscas dos dois homens, já que são conhecedores da geografia da região.

Um indígena estica um arco e flecha durante o protesto Mulheres indígenas vestem uma coroa de tecido; atrás homens indígenas pintados de vermelho, em pé Um indígena de cocar vermelho, segura um cajado colorido em uma rua de terra. Indígenas seguram cartazes dizendo: Bruno e Dom. um indígena com olhos pintados de preto e rosto vermelho, olha sério para frente.

 

Print Friendly, PDF & Email

You may also like...